Tratamento de Glaucoma

Buscando por tratamento de Glaucoma em São José do Rio Preto? Tenha mais informações sobre o tema e tire suas dúvidas.

O glaucoma constitui um grupo de doenças oculares que sorrateiramente “rouba” a visão, e no estágio inicial geralmente não produz qualquer sintoma. Estudos demonstram que praticamente metade das pessoas que tem a doença não tem a menor noção que a possuem.

A perda de visão é provocada por danos ao nervo óptico, que simbolicamente representa um cabo elétrico com milhões de fios que se conectam aos fotorreceptores, que são as estruturas responsáveis por transformar o que enxergamos em impulsos elétricos. Estes impulsos são conduzidos pelo nervo óptico até a região posterior do cérebro, que é a região responsável pelo processamento das imagens recebidas pelo olho.

• CAUSA

Ainda não se sabe bem ao certo o que causa o glaucoma, tão pouco é conhecido um tratamento específico. Através da análise do nervo óptico no exame oftalmológico ou com o uso de exames que medem o campo visual e a sensibilidade dos fotorreceptores, é possível diagnosticar e avaliar a progressão da doença. Acomete inicialmente a periferia da visão, por isso dificilmente o paciente percebe o seu início. Progressivamente as fibras nervosas, ou seja, os fios que formam o nervo óptico, começam a morrer e consequentemente perdem a capacidade de transmitir as imagens para o cérebro.

• PRESSÃO INTRA-OCULAR

O que se sabe é que a pressão intraocular possui uma função importante no controle da doença. Apesar de haver uma faixa de pressão conhecida como “normal”, observamos a incidência da doença em pacientes que estão dentro desta faixa. A utilização de colírios para baixa-la é uma das maneiras de impedir a progressão do glaucoma, e o que se conhece como a pressão ideal somente é possível através da avaliação da mesma antes do tratamento, da severidade do dano glaucomatoso e da idade do paciente. Nesta análise é muito importante o exame do fundo do olho, que permite identificar os sinais precoces do glaucoma.

O glaucoma apresenta diversas facetas e formas de desenvolvimento, acometendo crianças na sua forma congênita, associado a outras doenças oculares, a transmissão familiar e ao envelhecimento. A melhor forma de controlá-la é com o diagnóstico precoce e tratamento adequado.

O glaucoma pode ser tratado com sucesso, mas a detecção antecipada é vital. Este é o motivo pelo qual os profissionais oftalmológicos verificam a existência de glaucoma durante os exames oftalmológicos regulares.

A determinação da sua melhor opção para o tratamento de glaucoma começa ao falar com seu oftalmologista, que pode ajudá-lo a ter um melhor entendimento de suas necessidades de tratamento para o glaucoma. Junto com seu médico, você poderá planejar o tratamento da doença. Se você tiver sido diagnosticado com glaucoma, algumas opções de tratamento que seu oftalmologista pode recomendar incluem:

  • PRESCRIÇÃO DE COLÍRIO
    O tratamento mais comum para pressão ocular e glaucoma é a prescrição de colírio. Quando usado conforme prescrito, o colírio para glaucoma pode reduzir a pressão ocular mais comum, reduzindo o líquido produzido, ou ajudando a drenar o líquido dos olhos.
    Seu médico pode prescrever mais do que um tipo de medicamento para tratar seu glaucoma ao longo do tempo. Lembre-se de relatar ao oftalmologista se você estiver tomando outros medicamentos que possam interferir na ação dos medicamentos e colírios para glaucoma.
  • TRATAMENTOS A LASER
    Existem vários tipos de tratamentos a laser disponíveis para tratar glaucoma. Ocasionalmente, a cirurgia a laser pode ajudar a eliminar a necessidade de colírios para glaucoma; no entanto, em muitos casos os pacientes terão que continuar tomando medicamentos para glaucoma após os procedimentos. O procedimento a laser mais comum é a trabeculoplastia, que envolve um feixe de luz de alta intensidade que é focado por meio de lentes e reflete na malha trabecular dentro do olho. Você pode ver flashes de luz vermelha ou verde, uma vez que o laser faz várias queimaduras espaçadas igualmente, facilitando a drenagem do líquido por meio da malha.
  • CIRURGIA MINIMAMENTE INVASIVA (MIGS) COM ISTENT®
    O iStent® é um pequeno implante médico— o menor atualmente conhecido para ser implantado no corpo humano—desenvolvido para restaurar a capacidade natural de seus olhos de se autodrenarem, reduzindo a pressão em função do glaucoma. O iStent® foi desenvolvido para pacientes com glaucoma e é implantado no momento da cirurgia de catarata ou como um procedimento isolado. Você não consegue ver ou sentir o iStent® após sua inserção, mas ele é desenvolvido para controlar sua pressão ocular de modo eficaz. Como primeiro dispositivo MIGS, o iStent® tem comprovada segurança e eficácia em vários estudos clínicos e já foi implantado em mais de 300.000 olhos em todo mundo, com mais e mais procedimentos sendo realizados diariamente.

 

• MIGS

O tratamento para glaucoma vem de longa data. Atualmente, tecnologias e procedimentos avançados possibilitam que essa doença progressiva seja diagnosticada e tratada com sucesso. Enquanto o objetivo geral do tratamento sempre foi o mesmo – reduzir a pressão intraocular (PIO) e a progressão do glaucoma – a cirurgia minimamente invasiva para glaucoma (MIGS) vem se tornando rapidamente uma abordagem muito aceita para o tratamento de glaucoma. 1

O glaucoma é tratado principalmente com colírio sob prescrição. Se o glaucoma do paciente progredir ou o paciente deixar de responder ao tratamento com colírio, a solução indicada é a cirurgia. Essas soluções cirúrgicas são, em geral, altamente invasivas, requerem longo tempo de recuperação, e podem ocasionar complicações em longo prazo.

Com o avanço tecnológico, têm emergido técnicas menos invasivas e capazes de melhorar o perfil de segurança da cirurgia de glaucoma. Esse contexto gerou mais opções cirúrgicas para pacientes interessados em um tratamento eficaz de glaucoma que não dependem apenas do uso contínuo de medicamento sob prescrição.

Com o desenvolvimento do iStent®, a cirurgia minimamente invasiva para glaucoma (MIGS) tornou-se a abordagem preferida para o tratamento do glaucoma por muitos oftalmologistas e seus pacientes.

Realizada no mesmo momento da cirurgia de catarata ou como um procedimento isolado, a colocação do iStent® tem comprovada eficácia na redução da pressão intraocular, com um excelente perfil de segurança, poucas complicações e menor tempo de recuperação. 2

O iStent® pode também reduzir a necessidade de medicamentos, conforme determinado pelo oftalmologista. A maioria dos pacientes que receberam o iStent® em um estudo multicêntrico, randomizado e prospectivo nos Estados Unidos permaneceu sem medicamento por 12 meses.3 Outros benefícios associados a esse tratamento inovador incluem:

• trauma mínimo no tecido–alvo
• redução eficaz da pressão intraocular
• excelente perfil de segurança
• recuperação rápida

Para ajudar a controlar o aumento da pressão ocular associada ao glaucoma, o iStent® cria um desvio entre a parte frontal de seu olho e seu canal de drenagem natural para aumentar o fluxo de saída do líquido. Ao criar um desvio por meio de um local de bloqueio principal (malha trabecular), o iStent®:

• melhora o fluxo natural do olho para diminuir a pressão intraocular;
• funciona continuamente para melhorar o fluxo natural do líquido em seus olhos.

1. Marketscope 2015
2. Craven, E. Randy et al. J. Cataract Refract Surg. 2012; 38 (8) 1339-1345.
3. Samuelson TW, Katz LJ, Wells JM, et al. Avaliação randomizada do stent micro-bypass com facoemulsificação em pacientes com glaucoma ou catarata. Oftalmologia. 2011;118:459-467.

• TRABECULECTOMIA

É uma cirurgia para tratar o glaucoma onde é criado uma pequena aba na esclera (parte branca do seu olho), permitindo uma comunicação com a parte interna do olho. Caso a cirurgia tenha sucesso ocorrerá a formação de uma bolha contendo o humor aquoso que é drenado de dentro do olho, reduzindo a pressão. Geralmente fica escondido sob a parte superior da pálpebra e não pode ser visto. O humor aquoso será capaz de sair do olho através da aba até a bolha. Na bolha, o fluido é absorvido pelo tecido ao redor do olho, diminuindo a pressão dos olhos.

Trabeculectomia

• VÁLVULA DE DRENAGEM

Uma das formas de tratar o Glaucoma é através do implante de uma válvula de drenagem. A válvula é colocada embaixo da conjuntiva na parte superior do globo ocular, e um tubo é inserido dentro do olho, permitindo que o excesso de líquido que se acumula possa escoar para a válvula e ser absorvida pelo organismo.

• CIRURGIA A LASER

Existem dois principais tipos de cirurgia a laser para tratar o glaucoma. Eles ajudam a drenagem aquosa do olho. Esses procedimentos geralmente são feitos no consultório.

  • TRABECULOPLASTIA
    Esta cirurgia é para pessoas com glaucoma de ângulo aberto . O cirurgião usa um laser para fazer o ângulo de drenagem funcionar melhor. Dessa forma, o fluido flui corretamente e a pressão dos olhos é reduzida.
  • IRIDOTOMIA
    Isto é para pessoas com glaucoma com ângulo fechado. O oftalmologista usa um laser para criar um pequeno orifício na íris. Este orifício ajuda o fluxo de fluido para o ângulo de drenagem.

Tratamentos Cirúrgicos

Saiba mais sobre as nossas soluções e tratamentos oftalmológicos.

Clínica Olyntho | Cirurgia Refrativa

Cirurgia Refrativa

Clínica Olyntho | Catarata

Cirurgia de Catarata

Clínica Olyntho | Glaucoma

Cirurgia de Glaucoma

Onde Estamos

Olyntho Oftalmo.Center

Avenida Anísio Haddad, 8001 - Torre Zurich Sala 307
Georgina Business Park - São José do Rio Preto – SP
CEP 15091-751

Fale Conosco

Dúvidas? Fale com a gente sobre agendamento de consultas, exames, tratamentos ou convênios. 

Horário de Atendimento

Segunda à Sexta, das 8h às 18h

© Clínica Olyntho

× Fale Conosco